22 de jun de 2010

Super Mario Galaxy 2 100%

Eu acabo de completar Super Mario Galaxy 2 com todas as 242 estrelas, inclusive a praticamente impossível "The Perfect Run", da Grandmaster Galaxy. Demorei 28 horas, 41 minutos e 16 segundos para concluir Galaxy 2 antes de ele completar um mês de existência (o que ocorre amanhã). Eu sei que tem yottalhões de pessoas que já zeraram esse jogo, grande parte na primeira semana de existência dele, ou até no primeiro dia. Mas eu tenho orgulho de ter aproveitado na medida exata esse jogo, que vai ficar pra sempre na minha memória. Parabéns, Nintendo, por mais uma belíssima obra de arte.









P.S.: desculpem-me pelas fotos toscas, não tratadas, tiradas da minha TV de tubo, tortas e quase ilegíveis, mas na empolgação foi o que eu consegui. Certamente alguém já disponibilizou a mesma coisa que eu coloquei aqui em uma qualidade muito melhor, talvez enviando as mensagens do Message Board por e-mail, mas eu não tenho como fazer isso por enquanto.

Enjoy! ☺

Novas do 3DS

Fonte: Revogamers.


Veja bem:
Shigeru Miyamoto afirmou que há um jogo do Mario sendo produzido para 3DS. E agora, depois de finalizado o Super Mario Galaxy 2, esse jogo está indo de vento em popa. A Nintendo não mostrou esse game na E3 porque queria mostrar algo realmente bacana. Como o jogo não está finalizado, imagino que não tenha tudo necessário para uma boa apresentação. É como os trailers de filmes: repare, quase todo trailer mostra a cena final, mas você nem percebe. A Nintendo ainda não deve ter boa parte do jogo pronto, e talvez a aparência dele não esteja finalizada. Ou não. Talvez eu esteja errado. OK.
Reggie Fils-Aime disse que a data limite para o lançamento do DS nos territórios principais (de acordo com ele: Europa, Japão e Américas, no plural) é 31 de março de 2011. Ele reforçou o fato de que o design atual do 3DS não é o final.
Satoru Iwata falou sobre o preço do 3DS. Sim, algo que todos esperávamos. Mas não falou em números. Apenas disse que o custo final da produção dele é maior que o custo dos antecessores. Na verdade, isso é meio óbvio. Enfim, eu já vi/ouvi boatos que o 3DS custará US$300,00 e até US$200,00, o que é um tanto inacreditável. Iwata mencionou também as tentativas anteriores da Nintendo de produzir jogos em 3D, o que não aconteceu apenas com o Virtual Boy: em Luigi's Mansion essa possibilidade foi abandonada devido ao fato de que para se ter a experiência 3D do jogo, seriam necessárias TV's de LCD. Na época isso não era tão fácil para os consumidores. Além disso, quem compraria um jogo sabendo que precisaria também comprar uma TV nova para jogá-lo? Triste. No GameBoy Advance essa tecnologia foi novamente descartada, devido à baixa potência do console. Bastaria colocar um periférico na tela do portátil, mas a qualidade gráfica continuaria insuficiente. Mas hoje a Nintendo conseguiu o que tentava há 15 anos. 3DS, seja bem vindo.
Cammie Dunaway falou sobre a distribuição de filmes para o portátil. Disse que a Nintendo ainda não sabe qual modelo de negócio adotará para a distribuição, mas que o que a empresa queria era que as pessoas ficassem sabendo que o videogame é plenamente capaz de reproduzir filmes 3D.

É isso.

Enjoy! ☺

As cores do 3DS

Pois é. Na vitrine da Nintendo na E3 havia não só os 3DS azul e vermelho, como também duas outras cores metálicas: um tom meio alaranjado e um roxo muito bacana! O 3DS grafite não estava à mostra. Além dessas cores novas, estavam lá pra todo mundo ver o modelo de caixa de cartucho, o cartucho em si e o carregador de mesa. Bom, eu não sei se esse carregador vai pegar, mas eu achei bem legal. Eu coloquei a imagem de divulgação do 3DS grafite apenas para constar, OK? Veja as fotos e tire suas próprias conclusões sobre o 3DS roxo. Gatão, né?






O cartucho (que a Nintendo diz ser antipirataria... Tadinha, tão ingênua...) e a caixa:


O carregador de mesa (Nintendo 3DS charging cradle, ou, em bom português, berço de carregamento do Nintendo 3DS):



Eu espero que se possa ligar o adaptador AC diretamente no 3DS. Expectativas...

Enjoy! ☺
Ir ao Topo