29 de out de 2011

Por que o Famicom e o NES têm designs tão diferentes?

Você já deve ter reparado que o Famicom e o NES são visualmente bem diferentes, desde os controles até os cartuchos, coisa que não acontece em quase nenhum outro console (o Super Nintendo também tem versões diferentes, mas não tanto quanto o predecessor). O Nintendo Family Computer foi lançado em 1983 no Japão e tem as cores branco, dourado e vermelho. Dois anos depois, o Nintendo Entertainment System era lançado nos Estados Unidos com as cores cinza e preto.


O Kotaku enfatiza que o vermelho do Famicom não é qualquer vermelho, mas é a cor do feijão-azuqui, ingrediente principal do anko, um doce muito tradicional no Japão (e também na China e na Coreia). Na época da produção do Famicom, o presidente da Nintendo, Hiroshi Yamauchi, estipulou que o vermelho azuqui era bom para o console. De acordo com a IT Media, o vermelho azuqui era um dos tons mais baratos de plástico na época, por isso foi o escolhido. Assim, a Nintendo pode economizar em boa parte dos controles e em vários botões e outras partes do console japonês. Mas não foi só aí que a Nintendo economizou: os controles do Famicom são fixos no console, e não removíveis, como os do NES. E o segundo controle do Famicom não tem os botões "Start" e "Select" (aposto que você só percebeu isso agora, olhando na imagem ali de cima).

Esses cortes não foram feitos no NES. E as cores do console também não foram selecionadas a partir da mais barata. O Famicom deve ter dado lucro suficiente (ou apenas a previsão de lucro suficiente) para a Nintendo se garantir na América do Norte.
É bom lembrar que ambos os videogames possuem os mesmo jogos (com algumas exceções, como jogos lançados apenas no Japão ou nos Estados Unidos), mas seus cartuchos eram diferentes: os japoneses tinham 60 "pinos" (60 vias), que é o número de contatos do cartucho, enquanto os norteamericanos possuíam 72 "pinos" (existem conversores que adaptam os cartuchos aos consoles da outra região). Além disso, os cartuchos do Famicom são menores que os do NES.
Mas nada disso significa que o NES é melhor que o Famicom. Eu, particularmente, acho que o Famicom tem muito mais charme que o caixote cinza. E tem muito mais a cara do Japão, também. Claro que não poder tirar os controles é bem incômodo, mas nada que atrapalhe significativamente a jogatina, certo?

O Famicom foi descontinuado em 2003, enquanto o NES foi descontinuado em 1995. No Brasil, o NES foi lançado em 1993.

Enjoy! ☺

28 de out de 2011

Mii da Semana: Super Mario

Começo agora uma série de posts semanais em que publicarei um Mii em cada. Vou publicar uma imagem dele junto com seu QR Code, pra você poder pegá-lo no seu 3DS. Se você não tem 3DS, pode tentar fazê-lo no Wii, mas lembre-se que o Mii Editor do 3DS tem mais variações de partes do rosto do Mii do que o do Wii, então nem sempre vai dar certo.
E pra inaugurar, nada melhor que o Super Mario, né? Como não tem a boina do Mario no Mii Editor, vai ele de cabelos ao vento...


Enjoy! ☺

Conhece o Ossan? Aquele do armário, sabe?

Voltando com as postagens no Adriado, vamos tentar compensar o atraso.
Esse post saiu no Kotaku no ano passado, mas continua interessante.


Provavelmente você sabia que o Mario se chamava Jumpman na época do jogo Donkey Kong. Também existe a possibilidade de você saber que ele se chamava Mr. Video. Mas e Ossan? Você sabia desse nome?

Antes de Jumpman, Shigeru Miyamoto nomeou o encanador de Mr. Video. E ele seria o personagem principal de todos os jogos do designer. A inspiração para isso foi ninguém menos que Alfred Hitchcock, que, caso você não saiba, figura em todos os filmes que dirigiu (não como personagem principal, mas como figurante). Agora imagine Super Mario, partindo de uma floresta, sobre seu cavalo, em direção a Hyrule Castle... Imagine-o pilotando uma nave em Corneria, para destruir Andross... Ia ser legal, né? NOT.


Mas antes de Mr. Video, ele era Ossan, que significa "homem de meia idade". Essa informação foi passada por Hiroshi Imanishi, gerente geral da Divisão de Comunicação Corporativa da Nintendo, no Iwata Asks do início de outubro de 2010, em uma conversa entre o gerente, o presidente Satoru Iwata e Masayuki Uemura, assessor do Departamento de Pesquisa e Engenharia da Nintendo.

É legal descobrir essas coisas antigas sobre os personagens que conhecemos hoje. É como quando descobri que originalmente o Mario (na época, ainda Jumpman) era carpinteiro, e não encanador.


Enjoy! ☺
Ir ao Topo